Prefeito anuncia festa de Réveillon em Chapada com show da banda AraKetu para “celebrar a vida”

2
Compartilhar

A decisão foi anunciada na manhã desta quinta-feira (02). Cuiabá, por sua vez, não vai fazer festas de rua e determinou passaporte da vacina e exames de PCR para eventos privados.

DA REDAÇÃO

O prefeito de Chapada dos Guimarães (67 km de Cuiabá), Osmar Froner de Mello (MDB) anunciou na manhã desta quinta-feira (02), que o município vai realizar a tradicional festa de Réveillon 2022, em praça pública, e está fechando contratação de show da banda Araketu, segundo ele, para “celebrar a vida”.

“Chapada vai celebrar a vida, com responsabilidade, segurança e prevenção nesse momento de superação de todos nós. Não há porque temer e nem tomar medidas pelo imaginável. Portanto, cabe a mim como gestor tomar medidas com aquilo que temos em mãos”, completou.

Por meio de uma live na página oficial da Prefeitura no Facebook, Osmar justificou que a liberação das festas de final de ano e a realização do grande evento público vão ocorrer porque considera que houve bom desempenho vacinal e redução dos casos de infecção da covid-19 no município turístico, que fica a 67 km de Cuiabá, onde a festa pública de Réveillon foi cancelada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

Osmar Froner destacou que o município não pretende exigir a apresentação do “passaporte da vacina” e muito menos exames de PCR para a população que pretende participar do evento público e nem dos eventos particulares que também vão ocorrer na cidade.

Sobre a presença da Banda Araketu no Réveillon de Chapada, o prefeito afirmou que a definição desta e de outras atrações serão anunciadas na próxima semana.

“Nosso secretário de governo está em contato com os empresários da banda Araketu, ela está disponível, nós fizemos uma pré-proposta de reserva e acredito que vai acontecer a presença deles aqui, mas até segunda-feira teremos uma posição definitiva sobre isso”.

Em Cuiabá, o prefeito cancelou as festas públicas de Réveillon e de Carnaval, mas manteve as particulares na virada do ano, desde que os participantes comprovem a vacinação ou o teste negativo de covid.

Compartilhar