Depois de criar novos leitos de UTI, Emanuel pede apoio da população para combater a Covid-19

76
Compartilhar

A mensagem repassada por Emanuel Pinheiro, ao anunciar a criação de novos leitos de UTIs, na última semana

Por REDAÇÃO

“Não existe fórmula mágica para conter a propagação da Covid-19. Para que possamos continuar fazendo o dever de casa de ser o responsável por garantir a saúde e a vida da população, precisamos do apoio e da colaboração de todos”. Essa foi a mensagem repassada pelo prefeito Emanuel Pinheiro, ao anunciar a criação de novos leitos de UTIs, na última semana.

“Abrimos e fechamos a semana com duas importantes notícias. 40 novos leitos de UTI exclusivo para atendimento da Covid-19. Com esses novos leitos, Cuiabá passa a contar com 135 leitos, o que representa 50% da capacidade existente em todo Mato Grosso”, pontuou.

Apesar dos avanços e e novos equipamentos que irão contribuir para salvar vidas, Pinheiro destacou que a população precisa se conscientizar que a principal forma de prevenção contra o novo coronavírus é o isolamento social. “Fiquem em casa, se cuidem, cuidem das pessoas que fazem parte do grupo de risco, cada óbito registrado fere a nossa alma e maltrata o coração. Usem máscaras, se tiver que sair de casa, lavem as mãos com frequência, façam o uso do álcool gel. Ajudem o poder público, a Prefeitura de Cuiabá continue fazendo o dever de casa”, alertou Pinheiro.

Reforçando ainda mais a parceria da população, o chefe do Executivo Municipal conclamou para que as pessoas não se aglomerem, não façam festinhas em casa. “Se cada um fizer a sua parte, vamos conseguir vencer essa batalha travada contra essa terrível doença”.

Ao encerrar, Pinheiro fez um convite para que cada cidadão faça uma avaliação pessoal de como tem sido o comportamento nesse momento de enfrentamento a pandemia.

“Não adianta cobrar do prefeito e das autoridades uma solução para resolver de uma vez por todas, do dia pra noite, esse problema grave de saúde pública. Quero deixar como mais um legado, esse compromisso assumido de corpo e alma, no enfrentamento a esse inimigo oculto, que ainda não tem vacina. Desde o início, juntamente com o Comitê, seguindo os protocolos da Organização Mundial de Saúde, Cuiabá consegue ser uma exceção à regra. Vamos continuar lutando dia e note, para diminuir e acabar com os óbitos”, concluiu Pinheiro.

( Foto por Luiz Alves)

 

Compartilhar