Advogado morre após sofrer infarto e bater caminhonete contra poste

4
Compartilhar

Carlos Eduardo dirigia uma caminhonete pela avenida Brasil, em Tangará da Serra, quando sofreu um infarto e morreu

Carlos Eduardo dirigia uma caminhonete pela avenida Brasil, em Tangará da Serra, quando sofreu um infarto e morreu

POR REPÓRTER MT

O advogado Carlos Eduardo Campos Borges, de 56 anos, morreu após sofrer um infarto, perder controle da caminhonete Ranger que dirigia e bater contra um poste, no domingo (4), em Tangará da Serra (239 km de Cuiabá).

Carlos Eduardo dirigia pela Avenida Brasil, quando sofreu um infarto. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou o homem até a Unidade de pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas ele não resistiu.

A ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso (OAB-MT) lamentou a morte do advogado e decretou luto oficial por três dias a partir desta segunda-feira (5). “Em nome da advocacia mato-grossense, a OAB-MT manifesta solidariedade a toda equipe”, diz trecho da nota.

Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento.

Compartilhar